RODAS DE CONVERSA (para grupos)

NARRATIVAS DO SOFRIMENTO

Liberdade Criativa desmascarando sofrimentos.

A roda dentada do sofrimento não irá parar de moer pessoas, povos e culturas enquanto não nos conscientizarmos de forma profunda, mesmo que seja individualmente

– um a um, uma a uma –

dos mecanismos de suas narrativas e das suas dolorosas e cruéis influências no viver cotidiano dos seres humanos, através da história das civilizações.

Conversaremos sobre os processos mentais, emocionais e culturais que atuam na elaboração das tais narrativas, tanto na imersão quanto na fuga do sofrimento, envolvendo a consequente construção das identidades pessoais e coletivas.

A partir de um fato real, trazido pelos participantes, e que envolva sofrimento em um relacionamento pessoal ou coletivo, investigaremos os fatores que atuam entre o momento do fato ocorrido e a posterior elaboração e reelaboração da sua narrativa que, inclusive, podem colocar em risco a veracidade e concretude do fato narrado e, também, do próprio narrador.

Os encontros não visam apenas o aprimoramento e autoconhecimento pessoal, mas, também, ampliar o olhar sobre as relações humanas a partir da compreensão de que as narrativas do sofrimento afetam a todo e qualquer ser humano. Elas atuam diretamente nas sociedades e na sanidade das relações nelas presentes.


É fato inegável a existência de situações que despertam o sofrer. A questão é investigarmos se as narrativas construídas não têm nos conduzido a mais sofrimento.

 

PROCESSO CONDUTOR


experiência vivida → registro pelo cérebro → memória ↔ imagens ↔ conhecimento
↔ pensamento ↔ narrativas ↔ condicionamento ↔ identidade (ego) ↔ concepção das relações pessoais e sociais ↔ constituição cultural das sociedades e civilização.

 

PROVOCAÇÕES NORTEADORAS

•    O que gera o sofrimento? É o fato que causou a dor ou a forma como relatamos para nós mesmos e para os outros a história sobre o fato e a dor causada?
•    E se a ideia de que sofremos só existir a partir do momento em que elaboramos a narrativa para contar e recontar a história sobre o que nos aconteceu? O sofrimento seria, então, apenas ficção, literatura pessoal ou coletiva?
•    Será uma cruel narrativa a partir da qual conceitualizamos algoz e vítima, elaboramos punições e recompensas, fragmentamos as relações humanas e a sociedade promovendo o “nós contra eles”, alimentado fobias sociais e uma existência cada vez mais neurótica e sob o cabresto do medo?
•    Estaremos nós tão culturalmente condicionados à essas narrativas, a ponto de não vermos outras possibilidades de relações a não ser as pautadas por elas?

 

 

ABORDAREMOS E EXERCEREMOS AS CAPACIDADES DE

•    Escuta, observação atenta e empatia;
•    Detecção de condicionamentos mentais enrijecidos;
•    Conscientização da existência de comentários e julgamentos mentais paralelos;
•    Silêncio interior e sentidos ativos;
•    Liberdade criativa, inteligência e meditação.

 

Acredito que a forma mais efetiva de atuarmos na transformação da sociedade, em nome do sonhado fim do sofrimento, é nos conscientizando pessoal, séria e verdadeiramente, de que civilização após civilização as nossas relações pessoais e coletivas têm sido conduzidas pelas narrativas do sofrimento.
A cada muro levantado, a cada arma fabricada, a cada nova ideologia, crença estabelecida, guerra, genocídio, holocausto, preconceito, a cada ser humano vivendo em condições miseráveis, a cada elo acrescido na cadeia do medo nos tornamos mais e mais regidos pelo sofrimento. A conscientização desse fato tem efeitos profundos nas ações pessoais, sociais e profissionais, e reverberam positivamente no entorno.

 

  FORMATO

Grupos de 04 a 10 pessoas

 

04 encontros semanais de 03 horas - num local escolhido pelo grupo ou no meu espaço.

 

1º encontro: explanação do processo, das bases de ação e ferramentas de trabalho e definição da narrativa;

2º encontro: esclarecimento de dúvidas, exposição da narrativa, trocas de narrador e bate papo sobre as impressões do grupo;

3º encontro: abordagem da narrativa a partir dos elementos do processo condutor;

4º encontro: esclarecimento de dúvidas, síntese do processo e bate papo sobre as impressões do grupo.

 

VALORES

Grupos de 04 pessoas: R$ 230,00 por participante
Grupos de 05 a 07 pessoas: R$ 180,00 por participante
Grupos de 08 a 10 pessoas: R$ 120,00 por participante

3x no crédito - 5% desconto no débito e crédito à vista - 10% desconto para transferência bancária

 

Para um maior aprofundamento, capaz de provocar uma revolução psicológica em si mesmo, ministro a

Nela, as narrativas do sofrimento, construção da identidade e outras questões são abordadas de forma ampla e contundente, em caráter intensivo e individual e sob a ótica da Liberdade Criativa.

rubensmcuri@gmail.com - (11) 3284-9581 / 9.4213.2483

Largo do Paissandu, 51, apto 1602, Centro, São Paulo/SP

  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram

© 2015 by Rubens Curi

Inscreva-se aqui!
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now